terça-feira, 1 de maio de 2012

O Profundo Amor De Deus Por Mim




O conceito de amor para nós é a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para a sua manutenção e motivação. É tido por muitos como a maior de todas as conquistas do ser.






Sabemos que hoje em dia, na concepção das pessoas existem várias maneiras de amar. Pessoas que acreditam que amam algo por pensar naquilo o tempo todo, ou por seu coração bater mais rápido, mas na boa, o amor não é um sintoma, o amor, em seu aspecto geral, é de fato um movimento! E até ouso dizer, que pequenos movimentos. Amor no meu ponto de vista: ver defeitos, mas relevá-los, pois o amor se alegra com o perdão e suporta todas as coisas. O amor persevera nas piores circunstancias. O amor tem em primeiro lugar as qualidades do sentimento maravilhoso que é a amizade. Amar é ceder. É comunicar, não querer vencer discussão para ver quem fala mais alto. É saber ouvir e respeitar pontos de vistas diferentes. Não necessariamente ter que mudar os nossos. O amor faz nos querer ser uma pessoa melhor. Quando há amor, as coisas são resolvidas com compreensão e respeito. O amor verdadeiro tem dificuldades.


Mais o verdadeiro amor e que eu acredito, está descrito em 1 Coríntios 13, mas acredito que amor realmente surge em sua essência em 1 João 4, quando nosso Senhor diz:

“Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.” 1 João 4:7-8

Quando eu li, entendi porque o amor é de DEUS.

 DEUS quer falar com você

O PROFUNDO AMOR DE DEUS POR MIM
Deus me ama tão profundamente, que: Não me livra dos problemas que eu preciso enfrentar, para amadurecer e me sentir mais forte. Não me poupa das tristezas e decepções, que são necessárias para o meu crescimento.

Deus me ama tão profundamente, que: Me permite experimentar a dor física e a dor da alma, para que eu me torne cada vez mais sensível e mais humano. Não tem me dado uma vida de riquezas e nem de facilidades. Mas também não tem me dado uma vida de pobreza extrema e nem de necessidades.
Ele me dá uma vida, onde eu possa ter, na medida certa, tudo que preciso para viver com honestidade. Ele me fez entender que o meu tempo aqui é curto, para acumular coisas desnecessárias à minha espiritualidade. Ele tem me dado, principalmente, o que eu posso levar comigo, quando eu partir, e entregar a Ele, no momento do nosso encontro.
Deus, em sua suprema sabedoria, sabe o que eu preciso para ser feliz. Ele sabe que a minha felicidade não está nas coisas materiais. Ele sabe que se eu tivesse uma vida de riquezas, provavelmente, eu daria tanto valor às futilidades que até me esqueceria Dele. E se eu esquecesse Dele, logo chegaria um dia em que eu me sentiria extremamente infeliz. Repleta de valores materiais, mas vazio por dentro.
Deus me ama tão profundamente, que: Tem feito de mim, uma pessoa forte, esforçado, lutador, que sonha, que chora, que cai e se levanta, que olha pra cima, e que vê longe... Muito além do que se pode tocar com as mãos. Tem feito de mim, uma pessoa que busca dar a sua parcela de contribuição para a vida. E que vive para realizar o que anseia espiritualmente. Mesmo que sozinho. Porque sozinho nunca estarei. Tenho o profundo amor de Deus comigo.
Deus me ama tão profundamente, que me fez entender: Que o tempo que eu perco nas minhas lutas diárias, que a dor física e a dor da alma me aproxima mais Dele. Que nas minhas tristezas e decepções ele está sempre comigo.
Que bom! Que não consiga nada com tanta facilidade! Porque assim, eu consigo valorizar minhas pequenas conquistas. Que eu tenho problemas para enfrentar! Porque assim eu aprendo, evoluo e amadureço.
Que bom! Que eu tenho momentos de tristezas, para que depois, eu possa festejar a minha alegria! Que eu não tenho nada do que reclamar, tenho somente o que agradecer a Deus por tudo! Que Deus não se esquece de mim! O Senhor, em sua suprema sabedoria, sabe o que eu preciso para ser feliz.
O amor de Deus por mim não é pelo que fiz ou deixei de fazer. O amor de Deus é gratuito e incondicional. No livro do profeta Oseias (Os 11,1-4), existe uma passagem sobre esta forma de Deus amar. Deus sempre havia dado tudo ao povo de Israel, mas este havia pago com ingratidão os cuidados do Senhor. Todavia, não vemos Deus arrependendo-Se do Seu amor.
Deus ama-o assim e é este amor que tem o poder de mudar a sua vida. O Senhor diz-lhe: “Amo-te com eterno amor, por isso, te estendi o Meu favor” (Jer 31,3). Por isso, aceite o amor de Deus, pois “Ele anda em transportes de alegria por causa de ti, e renova-te pelo Seu amor. Ele exulta de alegria a teu respeito” (Sof 3,17).

Este amor de Deus é real, pois Ele enviou o Filho d’Ele por causa de você. “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu o Seu Filho único, para que todo o que n’Ele crer não pereça e tenha a vida eterna” (Jo 3,16).

 A única coisa que você tem a fazer é parar e abrir as portas do seu coração a este amor. Se você está disposto a fazer isto, quero convidá-lo a fazer uma oração: Pai, eu Te abro as portas do meu coração, vem com o Teu amor sarar-me de toda a minha insatisfação diante da vida. Ensina-me a viver segundo este amor. É o que Te peço em nome de Jesus, na unidade do Espírito Santo. Amém!


Autoria: Lisiê Silva.

15/Set/2003

(Direitos autorais reservados à autora)

(Texto de Lisiê Silva com adptação)

(http://www.sarahmrodrigues.com/dunas/profundo_amor.htm)

O AMOR DE DEUS Cid Moreira




Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deus abençoe por sua participação em nosso humilde blog.

São bem vindas suas críticas, sugestões e colaborações, para que, a cada dia mais, possamos falar e testemunhar do Amor Fraternal de Deus, por nós, imagem e semelhança do Criador. Deus seja louvado!

Atenção: Se for adicionar algum comentário, porém através de "nome sem perfil" ou "anônimo", há o direito de não publicá-lo! [Constituição Federal, art. 5º, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;]

Postar um comentário